Formação de flictenas no pós-cirúrgico

Prevenção da formação de flictenas pós-cirúrgicas

Por: Mölnlycke Health Care, setembro 10 2013Publicado em: Formação de flictenas no pós-cirúrgico

A prevenção da formação de flictenas pós-cirúrgicas é uma questão multifacetada, contudo alguns dos seguintes aspectos podem ajudar a prevenir a formação de flictenas pós-cirúrgicas:

  • Escolha correta do penso
  • Procedimentos corretos de aplicação do penso
  • Limitar os episódios de remoção

"Selecionar o penso certo para as feridas no pós-operatório pode prevenir a formação de flictenas, maceração e risco de infeção. Idealmente, o penso deve ser permeável, à prova de água, transparente, absorvente e suficientemente flexível para resistir ao movimentos das articulações"16

Foi clinicamente demonstrado que Mepilex® Border ajuda a minimizar a formação de flictenas pós-cirúrgicas em pacientes de artroplastia do joelho e da anca. Um conjunto de profissionais de saúde acrescentaram agora o uso de Mepilex Border aos seus protocolos de gestão de pós-operatório e documentaram o impacto em programas de melhoramento resultantes.

DeMyst G e Meuleneire F 2010  A case study series evaluation of a silicone coated foam dressing
in the treatment of patients undergoing orthopaedic surgery. 
Apresentação de poster na conferência EWMA em Geneva, Suíça, 2010.
Catharina Johansson
et al
 2011 An assessment of a self-adherent, soft silicone dressing in
post-operative wound care following hip and knee arthroplasty
Apresentação de poster na conferência EWMA em Bruxelas, Bélgica, 2011.
Tiina Pukki
et al
 2007 A survey of nursing practitioners to assess the performance of an all-in-one soft silicone foam dressing in post-operative wound care Apresentação de poster na conferência EWMA em Glasgow, Reino Unido, 2007.
Tiina Pukki
et al
 2010 Assessing Mepilex Border in post-operative wound care Wounds UK, 2010, Vol 6, Nº 1

Um dos estudos mais recentes foi um estudo de observação que examinou o uso de Mepilex Border no tratamento de feridas de pós-operatório de artroplastia do joelho e da anca.17

Neste estudo, aplicou-se Mepilex Border a 146 pacientes no bloco operatório: os pensos permaneceram no lugar até ao quarto dia de pós-operatório, altura em que foi realizada a primeira troca de penso de rotina. Durante a mudança do penso, os enfermeiros usaram um formulário de relato de caso para documentar a presença de flictenas e outras reações da pele, exsudado da ferida, facilidade de aplicação e remoção, e uma avaliação global do penso.

Não foi relatada uma única bolha em nenhum dos pacientes. A avaliação global do penso foi "muito bom" em 87% dos casos.

Referências

  1. Postoperative wound blistering - Is there a link with dressing usage? WC vol 11 nu 7; S.K. Gupta et al, 2002.
  2. Eliminating Blister Formation in Post-operative Orthopedic Patients. Eliminating blister formation in post-operative adult orthopedic patients | CPIP Project Batch 18 | Copyright © 2008 National University Health System. Margaret Lee, 2008.
  3. Prospective, randomised, controlled trial comparing wound dressings used in hip and knee surgery: Aquacel and Tegaderm versus Cultiplast. Ann R Coll Surg Engl 2006; 88: 1, 18-22. M.J. Ravenscroft et al, 2006.
  4. Wound blisters post hip surgery: a Prospective trial comparing dressings. ANZ J Surg 2002, 72(10): 716–19. N. Lawrentschuk et al, 2002.
  5. A one hospital study of the effect of wound dressings and other related factors on skin blistering following total hip and knee arthroplasty. J Orthopaedic Nurs 2000; 4: 2, 71-77. R. Jester, et al, 2000.
  6. Choice of dressing has a major impact on blistering and healing outcomes in orthopaedic patients. J Wound Care 2005; 14: 1, 27-29. T. Cosker et al. 2005
  7. Addressing Post Surgical Wound Blistering. Poster Presentation at TVS Congress, UK. Sutton J et al 2011.
  8. An investigation into the prevention of blistering in post-operative wounds. Poster presentation at the EWMA conference, Brussels, Belgium. K Ousey et al, 2011.
  9. Preventing maceration with a soft silicone dressing: in-vitro evaluations. Poster presentation at the 3rd Congress of the WUWHS, Toronto, Canada, 2008: Wiberg AB et al.
  10. Price, P. et al. Dressing Related Pain in Patients with Chronic Wounds; an International Patient Perspective. International Wound Journal, 2008.
  11. Price, P. et al. Managing painful chronic wounds: the Wound Pain Management Model. International Wound Journal, 2007.
  12. White R. Evidence for atraumatic soft silicone wound dressing use. Wounds UK; 2005.
  13. White R. A Multinational survey of the assessment of pain when removing dressings. Wounds UK, 2008
  14. White R. Evidence for atraumatic soft silicone wound dressing use. Wounds UK, 2005.
  15. Dykes PJ et al. Effects of adhesive dressings on the stratum corneum of the skin. Journal of Wound Care 2001.
  16. Effect of dressing choice on outcomes after hip and knee arthroplasty: a literature review. J Wound Care  2009 Nov;18(11):449-50. Tustanowski J. 2009.
  17. An assessment of a self-adherent, soft silicone dressing in post-operative wound care following hip and knee arthroplasty: Poster presentation at the EWMA conference Brussels, Belgium: Catharina Johansson et al; 2011.
Partilhe

Quais são as exigências de um penso cirúrgico?
Quais são as exigências de um penso cirúrgico?

Gestão do exsudado  Mepilex Border oferece uma gestão ótima de fluidos pós-cirúrgicos. Um design exclusivo de 5 camadas que efetivamente absorve, distribui...